Happy International Project Management Day!

T1FC - Happy International Project Management Day!

On November, 4 2004, Frank P. Saladis founded The international Project Management Day (IPM day). The intention of this day, says Frank Saladis is: to encourage project based organizations worldwide or organizations who utilize project management methodologies to schedule some type of recognition event within their organizations or coordinated locally with others to truly demonstrate appreciation for the achievements of project managers and their teams.

IPM Day is always the first Thursday in November, and this year we decided to celebrate it by giving a special gift to the team who is in the 1st position of “The 1st Floor Challenge” workshop. We prepared this postcards and sent them to commemorate.

Celebrate this wonderful day by submitting one of your successful projects.

Happy IPM’s Day!
The Emeteclass & The 1st Floor Challenge Team

Share this Post!

Take Part Of Our Growth! You Ask, We Answer!

T1FC-Take Part Of Our Growth! You Ask, We Answer!


We are excited for the upcoming new year opportunities and growth.

As we bethink on a this year work, we are preparing our website to better communicate with all of you. We are thinking to create a place where readers find handy information about their needs.

The challenge is to create a FAQ page that readers will find useful.

In order to find out what questions our readers are “really” asking, we want to encourage everyone to participate in the construction of T1FC´s FAQs in an open way.

How to do it?

  • Send your questions to t1fc@the1stfloorchallenge.com. You can write it in your native language.
  • The T1FC team selects the top 10 questions, and prepare an answer.
  • We verify the answer accuracy in order to ensure the answer addresses the question accurately.
  • We create a FAQ page in T1FC website.

And now is our time to ask you some questions.

Do you think it is important to create opportunities for readers to add topics, add questions or rate an answers?

We are thankful for your contributions to our perspectives on learning. We appreciate if you share “You Ask, We Answer!” initiative with your friends. We our excited to answer all your questions!

Share this Post!

You’re Not Hired to Lecture. You’re Hired to Facilitate Learning Through Storytelling

Emeteclass - You're not hired to lecture. You're hired to facilitate learning through storytelling

Why storytelling? Storytelling is part of the learning process. When teaching, we add memorable stories that the group will remember, in order for them to learn through other people’s experiences. Storytelling makes people understand through emotion.

Storytelling is memorable and uplifting, even when we are talking to ourselves.

“Maybe stories are just data with a soul.” – Brené Brown

What about you?

When you participate in a workshop, course or seminar do you expect a storytelling event?
What percentage of courses where you participated contained memorable moments and experiences in the form of stories that you will never forget?


Get all our posts and information about our events in your email. Sign up here.

Share this Post!

Software Factory: Budget Report Application For A Resort Group

Emeteclass - Budget report application for a resort group

Emeteclass has developed a budget report application for a resort group. The app simulates different forecast scenarios in order to evaluate the impact on the operations and monitor the financial health of the companies.

In this period of the year, it is a common practice in companies dealing with the budget. A budget is an estimate of future numbers based on information you already know. In practice, budgets estimate the profits, costs, expenses, financial performance, and cash flow of a business for a particular period of time.

Planning the business’ financial future will always be aligned with your strategy, and it is a very important issue for creating an economical sustainability in your business.


We offer a full-cycle custom software development, from requirements elicitation to product design and development, quality assurance testing and deployment. We follow an offshore development team paradigm while adapt to customer’s own working standards. We have developed successful applications and services for a huge range of industries. Contact us emete@emete.com

Share this Post!

Participar em Workshops é Interessante. Construir um Drone num Workshop… é Super Divertido!

The 1st Floor Challenge (T1FC), Lisbon 2015.06.06


O workshop The 1st Floor Challenge (T1FC) é um workshop de Gestão de Projetos que decorre durante um dia inteiro. Tem a sua componente teórica e depois, como o próprio nome indica, é proposto um desafio prático aos participantes. É formada uma equipa, onde cada membro têm um papel específico a desempenhar durante o projeto – neste caso foi As Três Mosqueteiras e D’Artagnan. Havia várias responsabilidades, por exemplo, uma pessoa era responsável por “Cortar”, outra por “Colar”, outra por “Montar”, “Inspeccionar” e ainda “Motivador”.

O desafio era montar um drone a baixo custo, durante x tempo proposto pelo cliente, aplicando as metodologias de gestão de projetos que nos foram ensinadas. Na primeira parte foi-nos apresentado o conceito de Design Thinking, no sentido em que devemos perceber o que o nosso cliente pretende, mesmo que este não se consiga expressar corretamente. Aqui tivemos um pequeno desafio, o nosso cliente pediu-nos um drone para um determinado efeito e nós tivemos que perceber, de facto, para que é que serviria este drone. É essencial, para um bom projeto, perceber ao início o que é pretendido. Podemos fazer algo muito bem feito, mas se não for aquilo que o cliente quer, fizemos tudo mal.

Na segunda parte foram-nos ensinadas metodologias de gestão de projeto, passo a passo, de uma forma objetiva e simples. Cada metodologia ensinada, era imediatamente aplicada no nosso projeto. Senti que assimilei os conhecimentos muito rápido por este motivo. No final, pusemos mão à obra e construimos o drone. Ainda me lembro de pensar no início “Meu Deus, como é que vou construir um drone? Não percebo nada disto!” e no final fiquei tão feliz porque o drone voou. Percebi que dadas as instruções de montagem, e aplicadas as boas práticas de gestão de projetos, se tornou muito mais fácil de concretizar.

A nossa equipa foi unida e muito motivada, o que também foi positivo. Não nos conhecíamos, mas isso não nos impediu de trabalharmos bem juntos, e até de nos divertirmos. Por vezes havia momentos de pressão, ou situações de risco, e isso uniu-nos mais. O resultado final: o drone voou durante cinco segundos e caiu três vezes, até que se partiu. Mas o que importa é que aprendemos algo novo, e foi um dia muito bem passado.

A equipa era composta por quatro elementos, três dos quais já trabalhadores, e notava-se que estavam entusiasmados por poder aplicar o que aprenderam no seu meio de trabalho. Eu, sendo a única estudante, adaptei as boas práticas para me organizar nos trabalhos de grupo da faculdade. Curiosamente este workshop decorreu numa altura em que tinha muitos trabalhos para entregar num curto espaço de tempo, e tinha que conseguir organizar as minhas tarefas para os concluir atempadamente. Assim, desenhei um esquema, da mesma forma que aprendi neste workshop, onde dividi os meus trabalhos em atividades mais curtas e simples. Estimei uma duração para cada atividade e fiz um schedule. O resultado foi ótimo! Não por ter entregue a tempo – isso iria acontecer de qualquer das formas – mas pelo conforto com que trabalhei, e pela qualidade do trabalho ter sido boa. Não tive que apressar nada, trabalhava com mais calma e, por isso, melhor. O próximo projeto vai ser a minha tese de mestrado que começa já em Janeiro, onde vou por em prática as metodologias de gestão de projetos que aprendi neste workshop.

De todos os workshops que fiz até hoje, este foi sem duvida, o melhor.

Share this Post!