Afinal , O Que É Um Gestor de Projetos?

O que faz um grande gerente de projetos é a capacidade de ser o maestro da orquestra. - Ricardo Vargas.

Existe uma má percepção de que um gestor de projetos deve ser um especialista na área técnica do projeto em questão. Esta má percepção é muito evidente, basta dar uma olhada às ofertas de emprego que andam por aí, solicitando um gestor de projetos. A maioria delas pedem tanto conhecimento técnico como conhecimento (e em muitos casos certificação) na área de gestão de projetos.

Esta má percepção é uma das razões pelas quais vemos tantas ofertas de trabalho a solicitar gestores de projetos que não são preenchidas, ao mesmo tempo que vemos gestores de projetos a tentar explicar que a oferta de trabalho não está bem enquadrada no que é o perfil dum gestor de projeto.

Vamos então tentar compreende melhor o que faz um grande gestor de projetos. Para isso, partilhamos este videocast de Ricardo Vargas, que nos da uma visão clara do perfil do Gestor de Projetos.

Seguem as minhas anotações sobre o vídeo:

Em resumo estas são as características de um gestor de projeto:

  • Não é necessário o domínio técnico daquilo que o projeto vai abordar.
  • O que interessa é a capacidade que o gestor de projeto tem para montar uma equipa de trabalho, que tenha nos seus integrantes pessoas com profundo conhecimento técnico.
  • O gestor de projetos é um integrador.
  • O gestor de projetos vai usar habilidades não técnicas para realizar o seu trabalho: Uma fortíssima capacidade de liderança, uma capacidade impar de negociar, uma habilidade de motivar a equipa, e a capacidade de ter um pensamento e planeamento sistémico com foco no objetivo do projeto.
  • O que faz um grande gerente de projetos é a capacidade de ser o maestro da orquestra.

Mas porque o gestor de projetos precisa dessas habilidades?

Porque a maior parte dos problemas do projeto não são técnicos, são problemas operacionais, problemas administrativos, problemas motivacionais, problemas relacionados com pessoas, mau dimensionamento do âmbito.

Isto não quer dizer que obrigatoriamente um gestor de projeto não deve ter conhecimento do domínio técnico, mas se tivermos que fazer uma escolha, nós vamos fazer a escolha pelo lado da liderança, pela capacidade organizacional é isso que vai fazer a diferença e é por isso que a profissão é tão fascinante.

E você? Tem notado que existe esta má percepção de que um gestor de projetos deve ser um especialista na área técnica? Conte-nos a sua história.

Desafios da Gestão de Projetos em Design – EST-IPCA

Escola Superior de Tecnologia do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (EST-IPCA) - Mirla Ferreira.

No passado 27 de Fevereiro na Escola Superior de Tecnologia do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (EST-IPCA) foi realizada a palestra “Desafios da Gestão de Projetos em Design” a alunos de Design Gráfico.

Durante a palestra tentamos responder básicamente às seguintes questões:

  • Será que um designer pode desenvolver projetos bem sucedidos sem conhecer as boas práticas da gestão de projetos?
  • Será que um designer precisa conhecer as boas práticas de gestão de projetos para integrar uma equipa de desenvolvimento de projetos não só da área de design, mas projetos de outras áreas onde ele forma parte da equipa?

Seguem algumas reflexões:

Entendendo a gestão de projetos

Gestão de Projetos uma competência do século XXI: antes éramos gestores de projetos por “acidente”, ao fazer o nosso trabalho técnico se o fazíamos bem, o nosso prémio era passar a ser gestores de projetos, líder de equipa, etc. O problema é que passávamos a essa posição sem qualquer formação.

Hoje em dia a Gestão de Projetos é considerada uma profissão. Existem várias certificações, como por exemplo a Certificação PMP®, Scrum, GPM®. onde fica evidenciado que as as competências que normalmente são precisas para serviços técnicos não são as mesmas que para ser um gestor de projetos efectivo. O gestor de projeto deve ter um conjunto de habilidades como por exemplo: fazer as perguntas certas, planear, liderar, comunicar…

Por que devemos aprender sobre gestão de projetos?

Eu sou designer .. devo aprender sobre gestão de projetos? Claro que SIM, os projetos formam parte da nossa vida do quotidiano, e também da nossa vida profissional. Os projetos da área de design podem e devem ser geridos utilizando as boas práticas da gestão de projetos.

Necessidades do mercado. As empresas estão a precisar de profissionais /designers que sejam gestores de design e saibam como desenvolver e administrar o processo de design dentro da organização. Devem conhecer de gestão de projetos, design thinking, design e sustentabilidade, design como foco estratégico nas empresas, etc.

Competências essencias: A gestão de projetos nos ajuda a desenvolver competências essencias, tais como: liderança, planeamento, custos, qualidade, recursos humanos, comunicação, prazo, gestão estratégica. O desenvolvimento destas competências essencias nos ajuda a enfrentar novos desafíos: utilização de novas tecnologías, gestão de equipas virtuais, sustentabilidade, gestão da mudança, gestão das incertezas.

Que benefícios nos traz a gestão de projetos?

Os benefícios são muitos, podemos destacar os seguintes: mais transparência, mais formalização, menos crise, mais aprendizagem, maior desenvolvimento pessoal / desenvolvimento profissional.

Como o conseguimos? Integrando pessoas e processos. Robin Sharma, menciona que um dos princípios para termos sucesso, é saber que o objetivo real não é em si o objetivo que temos de atingir, senão o processo que nos permite atingir esse objetivo, isto é “a meta é o processo”.
Isto leva-nos a uma interessante reflexão: definir os nossos objetivos, definir as nossas metas empresariais e atingir esses objetivos e metas é importante, mas “melhorar”, “refinar”, “desenvolver” o processo que nos leva a atingir os nossos objetivos e metas é ainda mais importante, é o que nos vai permitir melhorar, crescer e ter sucesso.

Não pense que a gestão de projetos é só para grandes empresas, grandes projetos ou para certas profissões. A eficácia e eficiência não têm nada a ver com o tamanho ou o tipo de projeto, mas sim com a forma de trabalhar.

A gestão de projetos é uma ferramenta que o ajuda a trabalhar de forma inteligente que nos permite minimizar os obstáculos que surgem ao realizarmos o nosso projeto.

E você é designer? Quantos projetos tem realizado que não são bem sucedidos? Aplica as boas práticas da gestão de projetos no planeamento, execução e monitorização do seu projeto?

Gestão de Projetos uma Carreira em Crescimento!

PMi’s Pulse of the Profession In Depth Study: Talent Management - The new triple constraint of project management.

Um estudo feito pelo PMI em 2013, PMI Project Management Talent Gap Report, revela que entre 2010 e 2020, 15,7 milhões de novos postos de trabalho na área de gestão de projetos serão criados globalmente. O estudo associa estes novos pontos a 11 paises e em sete tipos de indústria: manufactura, serviços, finanças & companhias de seguros, petróleo & gás, serviços de informação, construção e utilidades. Os profissionais da gestão de projetos terão uma posição privilegiada.

Em outro estudo feito pelo PMI, PMi’s 2013 Pulse of the Profession™, também realizado na mesma altura, revela que a capacidade de uma organização para atingir os objetivos do projeto impacta significativamente a sua capacidade de prosperar.

A pergunta que nos vêm a mente é: Como podemos melhorar a capacidade de atingir os objetivos do projeto? Existem 3 princípios fundamentais:

1. Invista em formação.

Quanto melhores são os seus recursos humanos, melhores serão os projetos. Se os seus projetos forem melhores, melhor será o desempenho da sua organização.

Em que tipo de formação investir? O mesmo estudo feito pelo PMI, nos indica que existem três conjuntos de habilidades a ter em conta: gestão de projetos, liderança e, estratégia e gestão de negócios.

As organizações bem sucedidas desenvolvem as habilidades de seus colaboradores, ao invés de apenas as gerir.

Um programa de formação completo permitirá a sua organização criar uma base para os talentos nela existente, assim como, criar mecanismos para o rápido envolvimento de novos talentos.

2.- Seja um aprendiz ativo.

Sem dúvida que a formação é importante, no entanto, não podemos ficar só com a teoria e as boas práticas. Seja um aprendiz ativo, leve o que aprendeu para o seu lugar de trabalho, e a sua vida pessoal. Treine na sua vida profissional e na sua vida pessoal tudo o que aprenda e que considere relevante para o seu sucesso. Esta atitude vai permitir que você “compreenda” aquilo que aprendeu.

3.- Integre pessoas e projetos.

Robin Sharma, menciona que um dos princípio para termos sucesso, é saber que o objetivo real não é em si o objetivo que temos de atingir, senão o processo que nos permite atingir esse objetivo, isto é “a meta é o processo”.

Isto leva-nos a uma interessante reflexão: definir os nossos objetivos, definir as nossas metas empresariais e atingir esses objetivos e metas é importante, mas “melhorar”, “refinar”, “desenvolver” o processo que nos leva a atingir os nossos objetivos e metas é ainda mais importante, é o que nos vai permitir melhorar, crescer e ter sucesso.

Qual é o processo a melhorar? Todas as atividades da empresa ou são atividades da área operacional ou são atividades da área de gestão de projetos. Quando alinhamos os projetos à nossa estratégia empresarial, estamos a definir que o processo para atingir esses objetivos é o processo inerente à gestão de projetos. Temos de aprender, compreender, adaptar o processo da gestão de projetos para a nossa empresa, podendo assim atingir os nossos objetivos estratégicos de uma forma mais eficiente.

E como conseguimos isto? Integrando pessoas e processos de uma forma coerente e eficiente, o objetivo desta integração é o de aprimorar o processo que o leva a atingir os seus objetivos estratégicos.

O rápido crescimento da demanda de gestores de projeto a nível mundial fazem da gestão de projetos uma profissão altamente desejável. Investir nesta profissão, aprimorando não só as habilidades técnicas da gestão de projetos senão também de liderança, estratégia e gestão é essencial para maximizar o seu potencial e melhorar a maneira de fazer negócios.

E você? Pensa investir em gestão de projetos?

Ricardo Vargas – As Tendências e o Futuro da Gestão de Projetos – Porto Business School

Ricardo Vargas, Mirla Ferreira

No dia 17 de Dezembro de 2013, Ricardo Vargas realizou a palestra “As Tendências e o Futuro da Gestão de Projetos”, nas novas instalações da Porto Business School .

Escutar Ricardo Vargas ao vivo, é fantástico! Além de um conhecimento profundo na área de Gestão de Projetos, Ricardo realiza as palestras com muita transparência, informalidade, fundamento, e coloca exemplos do seu dia-a-dia para exemplificar situações que nos fazem perceber que existe uma parte importante da aprendizagem que é a experiencia… simplesmente adorei a palestra!

Seguem as minhas anotações:

Fundamentos de Gestão de Projetos.
O que os gestores de projetos não podem esquecer.

  • A competição é crescente, a globalização afeta o nosso projeto, e existe uma diversidade cultural, intelectual e geográfica que temos de ter em conta para minimizar os riscos.
  • A velocidade, a tecnologia e a globalização estão à ordem do dia e devemos compreender que pode afetar o desenvolvimento do projeto.
  • Meio ambiente e responsabilidade social. A gestão de projetos é um meio a utilizar no cuidado do meio ambiente e da sociedade.
  • Oportunidades e ameaças. Procurar o equilíbrio entre oportunidades e ameaças é fundamental. Não podemos pensar que tudo é uma ameaça, nem podemos olhar para tudo como uma oportunidade…. Neste mundo globalizado, temos de olhar com mais cuidado, temos de ver como o projeto pode ser afetado por acontecimentos em qualquer parte do mundo.
  • A certeza da incerteza. Sim, existe incerteza e temos de aprender a lidar com ela. Assim façamos tudo certinho temos de compreender que não podemos prever tudo o que vai acontecer no projeto.

Desafios
Que desafios enfrenta a gestão de projetos?

  • Talento é o recurso mais crítico para o crescimento. Existem poucas pessoas realmente qualificadas no mercado, e leva muito tempo qualificar pessoas.
  • Volatilidade mundial e globalização
  • Rotina & Projeto. Como seres humanos adoramos a rotina, seja ela um mau hábito ou um bom hábito. Projeto cria algo novo, implica muitas vezes mudança, e muitos de nós não gostamos de mudar.
  • Informalidade e Improvisação
  • Corrupção endémica

Os ganhos na Gestão de Projetos
O que ganhamos quando utilizamos a Gestão de Projetos?

Aumento na formalização, aumento da transparência, dimunuição na gestão da crise … colocamos o processo a apoiar as pessoas

As tendências
Espreitando o futuro …

Busca sistemática pelos melhores talentos, talentos com experiência, talentos dispostos a ir a zonas geográficas diferentes, talentos que saibam gerir o risco. É o fim do emprego e o início da meritocracia.

Conclusões

Temos um cenário de oportunidades sem precedente. Cada vez o mundo está mais “projetizado”. Temos responsabilidade para com a sociedade.

Timing?
A oportunidade é agora .. Não é amanhã!

_

Na sua opinião, quais são desafios que enfrenta hoje em dia a Gestão de Projetos?
_

Produtos, Projetos e Estratégia. Entrevista Com Ricardo Vargas

International Project Management Day. Expert Interview With Frank Saladis

Frank Saladis

FRANK SALADIS Founder IPM Day

Why you should listen to him:

Frank P. Saladis, PMP, is a Consultant and Instructor / Facilitator within the project management profession. He is a senior trainer and consultant for the International Institute for Learning and has conducted numerous project management training seminars domestically and internationally. He is a Project Management Professional and has been a featured presenter at the Project Management Institute ® Annual Symposiums and World Congresses and many other project management events. Mr. Saladis is a graduate of the PMI Leadership Institute Masters Class and has held several positions within The Project Management Institute including President of the NYC Chapter, President of the PMI Assembly of Chapter Presidents and Chair of the Education and Training Specific Interest Group. Mr. Saladis served as editor of the internationally distributed project management newsletter for allPM.com, and is the author of “Positive Leadership In Project Management,” co- author of Value Driven Project Management with Dr. Harold Kerzner, and numerous articles about project leadership. Mr. Saladis is the originator of International Project Management Day and was recognized as PMI Person of the Year for 2006.

Interview:

Mirla Ferreira Project Managers focus their days getting projects completed on time, and within budget and scope, meaning that Project Management is a profession with a lot of accountability in organizations. What was your main idea when you created “International Project Management Day”? Why an International Project Management Day is so important for the profession?

Frank Saladis International Project Management Day was created to set aside some time to recognize the dedication and commitment project managers provide to their organizations. Many people really don’t understand the role of the project manager and how challenging that position can be. It is often referred to as ” the unappreciated profession.” project managers must provide leadership, managerial skills, and must have a strong sense of business to achieve project success. Often the work of the project manager is not properly recognized. International Project Management Day is a way of saying thank- you to the many thousands of project managers who work very hard to meet their organizations needs.

Mirla Ferreira Do you think organizations have to create a culture with a clear focus on Talent Management? In your experience, what is the most important thing when developing mentor programs for Project Managers?

Frank Saladis A few thoughts: project management training provides an individual with “life skills” such as planning, organizing, leading, managing, dealing with conflict and working with people effectively. The project manager is part of a very special group of talented individuals who understand the importance of teamwork and also in achieving business objectives. Organizations who promote project management will have a solid talent pool to support the missions and objectives and will find “talent management” to be less difficult. The truly effective project manager is adaptive to the organizations needs and can develop an effective strategy to meet the challenges of each new assignment.

When developing mentor programs for project managers it is important to emphasize the leadership aspect of the assignment. Project managers are accountable for success. They must motivate their teams, set clear direction, and focus on the big picture. Leaders create an environment of pride, respect and trust. All of these are essential for project and organizational success.

Mirla Ferreira For you .. What is the biggest challenge facing Project Managers today?

Frank Saladis There are many challenges a project manager must deal with but one of the most significant challenges is the lack of managerial support, the gap between what executives perceive to be project management and the actual project ,and the tendency of upper management ignore the processes that are put in place to manage a project effectively, such as change control. Project managers must develop the skills and capability to manage upward and work to clearly set expectations with sponsors and executive management.

IPM Day is always the first Thursday in November. Are you planing to schedule some event or activity in recognition of the Project Management Profession?