Mudamos o Escritório Para Helsínquia Durante Cinco Dias

Emeteclass em Helsínquia

No ano passado fizemos a experiência de mudar o escritório para o Algarve durante dois dias, foi uma experiência fantástica! Este ano decidimos repetir, e aumentar o nosso desafio, mudamos o escritório para Helsínquia durante cinco dias.

Helsínquia é uma linda cidade, situa-se no sul da Finlândia, ao pé do mar báltico e conta na sua área metropolitana com 1.4 milhões de habitantes e 3,697 km².

O desafio
Mudar o escritório, sem criar impacto negativo no serviço ao cliente já é um grande desafio. Este ano decidimos aumentar o nível de complexidade e adicionamos 2 elementos novos:

  • aumentar o período de tempo de 2 dias para 5 dias, e
  • realizar o desafio numa cidade com diferença de horário.

Isto fez de Helsínquia uma excelente escolha, uma cidade nórdica com +2 horas de diferença em relação ao nosso horário habitual de trabalho, cinco dias fora …. tudo isto tornou o nosso desafio mais interessante.

Emeteclass em Helsínquia

O escritório
Alugamos um apartamento, com acesso a Internet, na área metropolitana, perto da estação de comboio. O facto de estarmos perto da estação permitiu não só dedicar tempo para trabalhar, senão também dedicar tempo para descobrir a cidade, ir a museus e conhecer a praia.

Qual seria a quantidade de dias ideal para mudar o escritório?
Este ano decidimos criar um survey interno e questionar sobre qual seria a quantidade de dias que consideram ideal para esta iniciativa. Estes foram os resultados:

Emeteclass em Helsínquia

5 dias 20%
15 dias 80%
1 mês 0%

Estes foram alguns dos comentários:
“uma semana quase não da para nada, só da para começar a nos adaptar ao novo local, duas semanas seria ótimo.”
“É uma experiência mais intensa se for por mais tempo”

Por que criamos este desafio?
Mudar o escritório para um sitio diferente ao habitual é uma excelente atividade de team building. Neste curto espaço de tempo conseguimos ser bastante produtivos e ter excelentes ideias.

E a seguir?
Fica aberta a escolha para o próximo destino, os requisitos são: ser um lugar seguro, ter ligação à internet e bons lugares para comer.

Sugestões?

Estivemos de visita na ECFI em Munique

European Conference on the Future of Internet -ECFI

No passado 17 e 18 de Setembro 2014, estivemos de visita na 2da Conferencia Europeia sobre a Internet do Futuro (European Conference on the Future of Internet -ECFI). O evento realizou-se em no Centro de Investigação da TUM – Universidade Técnica de Munique, em Garching. No segundo dia houve também um TechnoBruch na BMW, onde foi discutido como a Internet do Futuro vai revolucionar o setor industrial e, particularmente, a indústria automóvel.

O objetivo principal do evento foi dar a conhecer os avances que tem sido feitos através do programa FIWARE e o lançamento do programa FIWARE Accelerator Program. Este programa visa, a partir de setembro, distribuir 80 milhões de euros em financiamento directo através de concursos públicos, direccionados para pequenas e médias empresas que constroem produtos inovadores, soluções e aplicações baseadas na tecnologia FIWARE, a plataforma aberta criada na Europa para a Internet do Futuro.

Os 16 Accelerators estão distribuídos em diferentes áreas de ação como: eSaúde, Cidades Inteligentes, Multimédia, Manufatura Inteligente, Mobile, Agricultura Inteligente, Energia Inteligente, Indústrias Criativas, Interação Social, Logística da Cadeia Alimentar, Media e Conteúdos e, Aprendizagem e Formação.

Conheça mais sobre a #ECFI2 em: http://www.ecfi.eu/munich2014/

Mudamos o Escritório Para o Algarve Durante Dois Dias

Mudamos o Escritório Para o Algarve Durante Dois Dias

O Algarve é uma região do sul de Portugal, com 5 412 km². Perfeita para o verão, com muitas praias, lindas paisagens, e boa comida.

Com a finalidade de testar o nosso serviço de forma totalmente remota, decidimos criar um mini-projeto e mudar o nosso escritório para o Algarve durante dois dias. A experiencia não deixa de ser interessante, cheia de coisas boas e outras menos boas, que nos trazem muita aprendizagem e ideias para melhoria. O elemento de sucesso é sempre o mesmo, o cliente.

O desafio não é só dar suporte de forma remota, porque isso já acontece hoje em dia, o desafio é testar a nossa capacidade de mobilidade e avançar como programado nos projetos ativos que atualmente tem a empresa.

Quais são as nossas lições aprendidas? Muitas, deixamos aqui as mais importantes, para que possam servir de experiencia para outras iniciativas:

Toda a equipa deve definir as expectativas.
Todos os elementos da equipa devem definir as expectativas, mas para isso seguimos os seguintes passos:
a) Toda a equipa deve participar na experiência.
b) Confirmámos primeiro que todos sabem o verdadeiro objetivo da transferência de escritório.
c) Definimos uma expectativa geral como equipa.
d) Cada pessoa da equipa definiu as suas expectativas

Ligação a internet rápida e disponível.
Escolhemos uma ligação a internet, com todas as caracteristicas necessárias. Infelizmente, não tivemos muito sucesso. A ligação à internet que tínhamos não permitiu o suporte adequado. Em alguns projetos, certas reuniões tiveram que ficar como mensagens no Skype.

Seleccione as ferramentas mais eficientes.
Estamos habituados a trabalhar de forma remota, pelo que não tivemos de seleccionar nenhuma ferramenta nova. Skype, google docs, e a nossa aplicação de gestão de projetos PMISapp foram as mais utilizadas.

Mantenha o mesmo horário de trabalho.
O horário foi fácil de manter, pois a mudança ao Algarve não nos trouxe transtornos de horário. Os nossos clientes estrangeiros estão habituados ao nosso horário. Não tivemos problemas neste sentido, no entanto, é um ponto a considerar caso a experiência se repita no estrangeiro.

Viaje sem perturbar o horário de trabalho.
Nós escolhemos sair no dia anterior, e chegámos ao Algarve bastante tarde. O importante era estar antes do inicio do novo dia de trabalho. A equipa estava cansada, mas entusiasmada com a experiência. O ideal é viajar durante o fim de semana, e fazer a experiência a partir de uma segunda-feira. Tem de ter em conta a duração das viagens, e o transporte disponível.

A paciência é uma virtude a desenvolver.
O ambiente de trabalho não é feito só de tecnología, sempre temos material impresso importante no dia a dia. Faltaram alguns documentos, apontamentos esquecidos e ainda alguns post-its de trabalho. A única coisa a fazer é desenvolver a paciência, apontar os esquecimentos, guardar em formato digital algumas coisas, e seguir em frente.

Uma atividade de team-building
Esta é uma magnifica atividade de team-building. Os beneficios são muitos: melhora a comunicação, aumenta a motivação, permite-nos conhecermo-nos melhor uns aos outros, partilharmos estratégias, tudo isto num ambiente descontraído, diferente, enquanto realizamos o nosso trabalho.

Liberdade para criticar o projeto.
Tem de existir liberdade para criticar o projeto, caso contrario não se obtém a aprendizagem desejada. Durante estes dias a equipa conseguiu criticar de forma construtiva o projeto, melhorando assim a fluência do mesmo.

Foi uma experiência extremamente satisfatória… Quem sabe o destino … mas para o ano esperemos repetir!

How Can You Transform A Corporate Vice Into Good Habits Allowing More Growth To Your Company?

What is corporate vice?
This is the best definition of vice I found: “Vice is the habitual use of anything harmful to us”. Most of us associate the term vice to drugs, cigarettes or alcohol, but vices are present in most companies sometimes considered a normal attitude which makes this a problem very difficult to resolve.

There are many vices that we see at work, some of them are still enforced or awarded by bosses and colleagues at work … to name a few: aggression, ambition, greed, slander,
jealousy, anger, nonconformity, envy, slander, workaholic, lying, idleness, pride, abuse, vanity, games, interruptions, etc.. Many perhaps don’t even realize that, for example, aggression, workaholic, interruptions or playing at work are vices … many others even think they have no vices at all!. It is certain that vices are harmful to people who suffer them, and sometimes one or two of their vices darken their virtues.

Vices can kill a company. The behaviour of teamwork with vices is completely detrimental to the proper functioning of the company.

Teamwork’s customers, suppliers, friends and relatives start talking about the displeasure of working in this or that company, and when this kind of “marketing” starts, the result is often going out of business.

How to avoid corporate vices?
Vices must be treated as business diseases. Getting rid of them is difficult, complex and requires will. Hot to fight them?

  • Self-examination. The best way, without doubts, is starting with self-examination. At corporate level is necessary to evaluate all habits that are executed in the day-to-day activities.
  • Replace a vice with a good habit. This takes time, and must be done slowly, because is the better way of facing and defeating a vice. This habit must be part of the corporate best practices, enforcing its development in existing and new co-workers. One option could be to introduce the habit in the performing evaluation.
  • Discipline and rigor, are the key to transform vices into virtues.
  • Create a positive synergy in the workers that are incorporating renewed attitudes in their day-to-day habits.

Sometimes, the efforts are unsuccessful in the objective of eliminating vice from some co-workers. That being the case…is time to rethink the continuity of them in the company. Firing an employee for having inadequate behaviours can be, most of the time, the right thing to do, when chances were given to rectify that behaviours and that chances were not well accepted or used.

However, the worst danger is when the vices are present in the corporate’s top positions. The company never will reach the optimum development level, and sooner or later, the customers will start leaving by lack of professionalism and good behaviour.

“A business is successful to the extent that it provides a product or service that contributes to happiness in all of its forms.”Mihaly Csikszentmihalyi

Minimalistic Presentations: Focus The Audience’s Attention On You

We all know there are a lot of training courses about making presentations: ” how to make good presentations?”; “how to impact your audience with great presentations?”; and so on.

It is common in training courses, seminars and congress, to see the speakers using presentations with a high number of slides, and in many cases I have found they measure the duration of the event by the number of slides. Speakers invest most of their time in things like: choosing templates, decorating with forms (rectangles, squares etc), adding diagrams, graphics and images to complete the information. I know people who worked up to 5 days to create a two-hour presentation.

My point is: this is the worst kind of presentation you could possible make.

You have to invest your efforts teaching the audience about your topic and not making your presentation looking great.

The only thing that differences you from another speaker is the way you transmit your information. For that reason you have to focus the audience’s attention on you, on your words and not in your presentation.

So, here is how to make a minimalistic presentation:

  • Prepare good material for your audience, like an e-book. This kind of material can be distributed to the audience and serve as a support after the presentation. If you make a sales event you can prepare marketing material about your product.
  • Make your presentation with as few slides as possible. Check some presentations of Steve Jobs; he keeps his audience hanging on his words and in the product that he is presenting. Gary Vaynerchuk, for example, in the last FOWA event did a presentation with only one slide, “a contact slide”, during the event he spoke and focused the audience’s attention in his words, “a very excellent speaker”.
  • Teach your audience. Teach, explain, make exercises and keep your audience enthusiastic.

Make your next presentation with minimalistic approach, and it will stick around longer!!